Esqueci minha senha!
Criar meu cadastro
Revista FIEL


Aumentar a Fonte   Diminuir a Fonte
31.08.2016
Como vencer o desânimo
Uma arma que Satanás costuma usar para impedir que prossigamos rumo ao que Deus tem para nós é o desânimo. Em meio a uma situação difícil que possamos vivenciar, ele pode sussurrar coisas do tipo: “Desista. Você nunca vai conseguir ver seu sonho realizado” ou “por que você se esforça tanto?”.

O inimigo lança mensagens negativas e desencorajadoras, a fim de desistirmos de obedecer a Deus e tomarmos o caminho mais fácil. Ele sabe que há caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte (Provérbios 16.25). Sabe também que, se perseverarmos, em algum momento Deus vai intervir para nos ajudar e dar a vitória. Então, ele tenta desviar-nos do nosso propósito para nos ver humilhados, cabisbaixos, tristes, apáticos, sem ânimo e alegria. E, se cedermos ao desânimo, nós nos sentiremos derrotados antes mesmo de tentar prosseguir em nossos propósitos.

Em Esdras 4.4, podemos vislumbrar melhor esse joguinho que o diabo faz: Todavia, o povo da terra debilitava as mãos do povo de Judá e inquietava-os no edificar. O ato de debilitar mostra justamente a ação do diabo para minar as energias dos judeus e impedir que prosseguissem em seu intento de reedificar o templo e os muros de Jerusalém.

O propósito do inimigo ao inquietar alguém é levar esta pessoa ao desgaste emocional e físico. O que devemos fazer quando o inimigo enviar mensagens negativas para nos desanimar e debilitar? Devemos clamar a Deus por ajuda.

O Senhor nos atenderá revelando a verdadeira natureza do jogo do diabo para desviar-nos do rumo certo para as nossas conquistas e impedir que avancemos.

Ao clamar a intervenção divina, você constatará que Deus afasta nossos inimigos; tira os impedimentos que atravancavam nosso caminho, possibilitando-nos seguir em frente. Ele provê os recursos de que necessitamos para concluir nossos projetos; dá-nos discernimento e sabedoria, bem como restaura as nossas forças para que concluamos os nossos projetos. O Senhor ainda concede-nos a alegria de ver Suas promessas cumpridas, o que implica a restauração da nossa vida, da nossa família, da nossa nação, e bênçãos sem medidas.

Todas essas experiências com o poder e a bondade do Senhor dão suporte à nossa fé, mantendo-a forte diante de qualquer adversidade. Desse modo, podemos confiar no fato de que, assim como Ele lutou ao lado de Israel, também lutará conosco para dar-nos vitória.


Internautas online 15