Esqueci minha senha!
Criar meu cadastro
Revista FIEL


Aumentar a Fonte   Diminuir a Fonte
08.08.2017
Pr. Silas Responde
Pr. Silas, eu estou passando por um problema e sinto que não tenho saída; não consigo enxergar uma solução. Como devo agir?

Cada um de nós tem uma maneira de agir quando se depara com algum problema insolúvel. As pessoas distanciadas de Deus que não conhecem as Escrituras Sagradas costumam entrar em desespero nestes momentos. Algumas agem com indiferença, mascarando os problemas; outras são acometidas de fortes crises emocionais e têm a saúde física e mental abaladas.

E nós, os cristãos? Devemos lembrar-nos de que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto (Romanos 8.28). Devemos considerar os momentos de provação como uma oportunidade para nos aproximarmos mais de Deus. Clamemos a Ele mais intensamente, e aprimoremos a nossa comunhão com o Pai. Mantenhamo-nos firmes na esperança de que seremos mais do que vitoriosos naquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz (1 Pedro 2.9).

O texto em Êxodo 14.1,2 fala sobre as ordens do Senhor a Moisés. Os israelitas tiveram de mudar o rumo de sua jornada e acampar entre o deserto e o mar Vermelho, assim que saíram do Egito. E, para complicar mais a situação do povo israelita, Faraó resolveu persegui-lo. A situação era de adversidade total. Israel estava em um beco sem saída.

É possível que você esteja vivenciando uma situação semelhante à de Israel, sendo, porém, perseguido não por carros, cavaleiros e arqueiros ou por algum exército bem treinado e fortemente armado. Talvez você se encontre em um beco sem saída, refém das angústias e dos desalentos, enfrentando inúmeras dificuldades na área matrimonial, financeira ou física. Então, lembre-se de que, assim como Deus guardou o seu povo e o livrou do exército de Faraó, certamente livrará você e lhe dará vitória.

A adversidade costuma levantar-se contra nós com uma força muito intensa. Foi exatamente isto o que aconteceu aos israelitas. Porém, se você tem se mantido vigilante, orando sempre ao Senhor e submetendo-se à direção e à vontade de Deus, nada poderá derrotar você.

O apóstolo Paulo, em sua epístola aos Romanos 8.37, disse que em todas estas coisas [adversas] somos mais do que vencedores. A Bíblia nos ordena que deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé (Hebreus 12.1,2).

Nós, que fomos comprados e remidos pelo sangue de Jesus, que fomos recebidos como filhos amados de Deus e co-herdeiros com Cristo do Reino de Deus, devemos viver de fé em fé. Mesmo que aparentemente não exista qualquer saída, que todas as portas estejam fechadas, continuemos a esperar com paciência no Senhor, conforme nos ensina o Salmo 40.1: Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou para mim, e enviou o meu clamor. Nosso Deus é fiel, e jamais nos abandonará!


Internautas online 16