Esqueci minha senha!
Criar meu cadastro
Revista FIEL


Aumentar a Fonte   Diminuir a Fonte
30.08.2017
Tome a decisão correta

O ser humano é imagem e semelhança do Criador. Tem vontade própria, sentimentos, inteligência. Por isso, o Senhor permite que nós decidamos certas coisas que dizem respeito à nossa história. Ele acredita em nosso potencial.

Em nosso dia a dia, deparamo-nos com escolhas que nem precisamos perguntar a Deus se é da Sua vontade, tais como que roupa vestir, que carro comprar, em que bairro morar, que faculdade fazer. Podemos decidir sobre as pequenas questões da nossa vida diária, sem prejuízo algum. Outras decisões, porém, são difíceis e exigem que passemos tempo na presença de Deus orando e lendo Sua Palavra, para discernirmos o que fazer, como fez Daniel.

Daniel não precisou orar ao Senhor para saber se devia ou não ingerir aqueles alimentos consagrados a ídolos. Por quê? Porque ele já tinha uma informação da Palavra de que idolatria era pecado e que os ídolos são abomináveis a Deus. Leia Levítico 17.7; 26.1.

Por exemplo, não precisamos orar a Deus para sabermos se seremos ou não mais santos. Já sabemos que precisamos buscar a santidade para a nossa vida. Há várias recomendações na Bíblia quanto a isso (Levítico 20.7; Efésios 4.24; 1 Tessalonicenses 3.13; 1 Pedro 1.15,16).

Contudo, em certos casos em que a situação é muito complexa e não conseguimos discernir a vontade e a orientação de Deus, é necessário orarmos para tomarmos as decisões certas, no momento exato e obter resultados satisfatórios.

Quando parecer tudo bem, mas a dúvida teimar em atormentá-lo, ore a Deus, pois pode ser um sinal de que algo não vai bem e que, se você optar por seguir em frente, poderá sofrer algum prejuízo. O Espírito do Senhor, que revela a verdade, vai orientá-lo e dirigi-lo. A paz de Deus confirmará se a decisão é a certa (Colossenses 3.15).

Leia 1 João 5.14: E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve. Queremos tomar uma decisão na vida baseada na vontade de Deus? Oremos, certos de que o melhor lugar para estarmos é no centro da vontade dele.

Vários homens bem-sucedidos observaram esse princípio. Neemias orou antes de seguir para Jerusalém e reconstruir os muros da cidade. Davi tinha por hábito perguntar a Deus se devia ou não subir e batalhar contra seus adversários.

No caso de Daniel, não sabemos o teor de todas as suas orações, mas podemos inferir sobre algumas (leia os capítulos 2, 8, 9 e10 de Daniel). O fato é que ele tinha comunhão com o Senhor por meio da oração e do estudo habitual das Escrituras.

E você tem orado e apresentado ao Senhor seu presente e futuro? Faça isto, e você será uma pessoa segura e bem-sucedida.


Artigo escrito pelo Pr. Silas Malafaia

Internautas online 16