Esqueci minha senha!
Criar meu cadastro
Revista FIEL


Aumentar a Fonte   Diminuir a Fonte
01.04.2011
Doações para desabrigados da Região Serrana (RJ)
AVEC ORGANIZA MUTIRÃO PARA ENVIAR DOAÇÕES ÀS VÍTIMAS DA CHUVA NA REGIÃO SERRANA

O sentimento de solidariedade às vítimas da maior tragédia climática do Brasil, que destruiu cidades da Região Serrana do Rio, no dia 12 de janeiro de 2011, tomou conta dos brasileiros. Consciente de seu papel influenciador, a Associação Vitória em Cristo (Avec) organizou um mutirão para arrecadar donativos para os desabrigados, em parceria com a Assembleia de Deus Vitória em Cristo na Penha (RJ).

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS EM TERESÓPOLIS, SÃO JOSÉ DO VALE DO RIO PRETO E NOVA FRIBURGO

Em três viagens a carreta da Avec levou para as cidades atingidas o total de 66 toneladas de donativos, entre alimentos, água, produtos de higiene e limpeza, colchonetes e roupas. Todo o material foi entregue à Assembleia de Deus Centro Missionário Cristão, em Teresópolis, à Assembleia de Deus de São José do Vale do Rio Preto, em Petrópolis, e à Assembleia de Deus em Conselheiro Paulino, em Nova Friburgo.

O carregamento, que chegou a Nova Friburgo quase 50 dias após a tragédia, foi uma surpresa agradável para o pastor Celso Thuller, líder da igreja que recebeu as doações. “Logo que aconteceu a tragédia, a mobilização era maior. Para nós, foi um presente de Deus receber essas doações”, justificou o pastor, agradecendo a todas as pessoas que contribuíram.
Nas três viagens, a equipe da Avec se deparou com cenários de destruição, tristeza, e ouviu relatos impressionantes, como o de dona Ilair, moradora de São José do Vale do Rio Preto cujo resgate dramático, exibido pelas televisões brasileiras, emocionou o país. “Reconheço que foi um milagre de Deus. Não sou evangélica, mas acredito em Deus e sei que Ele me salvou e me deu essa oportunidade”, revelou Ilair, que foi erguida por uma corda até o terraço de um prédio de dez metros de altura.

Entre os que a socorreram estava o jovem Daniel Lopes, que é evangélico. Para ele, Deus já havia preparado tudo para salvar aquela senhora. “Um dia antes, os pintores que estavam reformando o prédio deixaram duas cordas na laje. Reconhecemos que, devido à velocidade do tempo, tudo foi obra de Deus”, testemunhou.
Responsabilidade Social Casa de Recuperação Doações Missões Mulheres Presídios Projetos Socioeducativos

Internautas online 16