/noticia/145/f_e_obras_transformam_vidas_em_guinbissau

Notícias

Fé e obras transformam vidas em Guiné-Bissau

Missão parceira da Avec promove evangelização por meio da educação e capacitação de pessoas

03/09/2018 Fé e obras transformam vidas em Guiné-Bissau

Ao longo de sua existência, a Associação Vitória em Cristo (Avec) não mede esforços para propagar o evangelho e alcançar outras nações. Prova disso, é o apoio, desde 2011, ao projeto missionário em Guiné-Bissau, na África. Uma iniciativa realizada pelo pastor Luciano Fraga e de sua esposa, a missionária Vanessa Fraga. O casal de missionários oferece ajuda espiritual e social, implanta igrejas e serve ao Senhor por intermédio de um sólido trabalho na área da educação.

Esse árduo trabalho evangelístico cresce diariamente, ganhando a simpatia do povo guineense, além de promover a expansão do evangelho, a edificação da fé em Cristo e uma nova perspectiva de vida para crianças, jovens e adultos.

Este ano, 17 pessoas já confirmaram sua fé, por meio do batismo, na aldeia de Sarendjobo. A maioria dos moradores da região pertence à etnia Fula e Mandinga, de predominância islâmica. Na ocasião, a população foi impactada pelo testemunho do jovem Duarte. Desenganado, com o corpo coberto por chagas e sem esperança, o rapaz recebeu a cura após a visita e oração do pastor Luciano e de irmãos da igreja. Emocionado, pastor Luciano contou que, no batismo, Duarte testemunhou que a partir daquele momento viveria para Cristo.

Na capital Bissau, a igreja segue evangelizando e crescendo na graça do Senhor. "Realizamos o 10º Congresso Nacional de Jovens. O céu nos visitou e os jovens foram impactados pelo poder de Deus. Foi um mover sobrenatural na vida dos presentes. Todos foram desafiados a serem usados por Deus para proclamar Jesus Cristo para esta nação", destacou o pastor.

Visando o avanço qualitativo do ministério e uma capacitação mais completa, a igreja oferece aulas de Teologia por meio do Instituto Bíblico Esperança. Mais de 50 alunos já se formaram na instituição, sendo 36 no curso básico, com duração de dois anos; e 15 alunos no Ensino Médio de Teologia, com formação de um ano. Boa parte dos formandos auxilia nas atividades das oito igrejas da missão e os demais em suas comunidades, já que o curso é aberto para outras denominações evangélicas.

Vidas transformadas pela Educação

A missão atende mais de 450 alunos, do Jardim de Infância ao 8º ano, em três escolas das aldeias Pefine de Areia e Sarendjobo, no Centro de Recreação Infantil; e em Quelele, na capital Bissau. Cerca de 30 pessoas, entre diretores, secretários, orientadores pedagógicos, serviços gerais e professores, oferecem suporte diário aos alunos e às instituições.

No início de junho, quando em grande parte dos países africanos é comemorado o Dia das Crianças, a diretora das escolas, missionária Vanessa Fraga, organizou com a equipe de professores uma grande festa nas três escolas da missão. Foram distribuídos presentes, almoço, lanches, refrigerante. A programação incluiu contação de histórias, brincadeiras e canções.

Segundo o pastor Luciano, um dos grandes desafios na área de educação da missão é o término da construção da nova escola sede, na capital Bissau, pois o prédio em que a instituição funciona hoje já não comporta o atual número de estudantes. O novo espaço atenderá a cerca de 600 alunos e será a sede da igreja. No futuro, a intenção é também oferecer cursos universitários.

A seriedade com que a missão é praticada permitiu que a igreja obtivesse junto ao Ministério da Educação uma licença para atuar até o 12º ano (o equivalente ao Ensino Médio no Brasil). Esse crescimento vem acontecendo gradativamente, tanto que uma das importantes decisões a ser tomada é se a escola avançará para o 9º ano no próximo período letivo, que começa em outubro. "Isso vai nos exigir contratar professores, pois serão mais 25 alunos. Queremos avançar e não parar!", afirma o pastor.

Geração de renda e evangelismo

As mulheres também são alvo constante das ações missionárias, por meio de dois projetos sociais o Nunca é tarde para aprender e Mulheres com propósito, de responsabilidade da missionária Vanessa Fraga. O objetivo é promover a alfabetização, a autoestima e a evangelização das participantes, bem como ensiná-las vários tipos de artesanato, que serão confeccionados para geração de renda ou uso próprio.

Com duração de seis meses, esses projetos começarão em outubro. O pastor Luciano explica que este ano, um dos alvos é capacitar pessoas da própria igreja para darem continuidade a esse trabalho e poderem alfabetizar as participantes. Ações como essas transformam vidas e aproximam a igreja das comunidades, tornando a missão bem vista aos olhos da população e dos órgãos governamentais.

"Agradeço a Deus pela parceria da Avec, pois sem ela muito do que fazemos hoje não seria possível; aos parceiros da Associação e ao pastor Silas Malafaia pelas orações e contribuições financeiras, que nos ajudam a manter as escolas mensalmente. Que o nosso Senhor Jesus vos abençoe", diz pastor Luciano Fraga.

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2017. Todos os direitos reservados