/noticia/179/acidente-vascular-cerebral--avc-

Notícias

Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Entenda como a doença ocorre e saiba quais sãos os hábitos importantes para evitá-la

08/04/2019 Acidente Vascular Cerebral (AVC)

O acidente vascular cerebral (AVC) é uma das doenças mais frequentes em serviços de emergência e, na maioria das vezes, o primeiro atendimento é feito em casa. Por isso, é importante o conhecimento básico da doença para que os primeiros socorros sejam rápidos e eficientes, evitando maiores danos ao indivíduo.

O AVC se caracteriza por uma anormalidade súbita do funcionamento cerebral, que pode ser causado basicamente por bloqueio, embolia gasosa (bolhas de ar) ou trombose arterial (placas de gordura) dos vasos que conduzem sangue para a cabeça, o que reduz o fluxo sanguíneo para o cérebro (AVC isquêmico), ou pela pressão elevada dentro desses vasos, o que causa a ruptura e extravasamento do sangue no tecido cerebral (AVC hemorrágico). Cerca de 85% dos casos de AVC são de origem isquêmica e 15% de origem hemorrágica.

Os fatores de risco para AVC são classificados em não modificáveis (idade, risco familiar ou hereditariedade, sexo e raça) e modificáveis (hipertensão arterial, diabetes, tabagismo, sedentarismo, estresse, obesidade, uso de anticoncepcional oral, colesterol-LDL elevado). A ciência demonstra que indivíduos do sexo masculino e de etnia negra apresentam maior incidência de AVC isquêmico.

Deste modo, os principais métodos de prevenção para ambos os tipos de AVC é estar atento especialmente aos fatores de risco modificáveis. As dicas mais importantes nesse tipo de doença são:

• Nenhuma exposição à fumaça de cigarro;

• Manter a pressão arterial abaixo de 140/90 mmHg para indivíduos sem nenhum tipo de doença. Para indivíduos que possuem insuficiência cardíaca, renal ou diabetes, a pressão deve estar abaixo de 130/80 mmHg;

• Hábitos alimentares saudáveis, preferencialmente, baseados na dieta do mediterrâneo e com baixo consumo de gordura animal ou frituras;

• Manter os níveis de colesterol-LDL menores que 160 mg/dL;

• Praticar, no mínimo, 30 minutos de exercícios com intensidade moderada, no mínimo 3 vezes/semana;

• Manter o peso corporal sempre dentro da faixa de normalidade;

• Manter a glicose sanguínea sempre abaixo de 110 mg/dL.

Por Anderson Silveira
Fonte: Bíblia Gigante Mais com Orientações de Saúde Física, Emocional e Espiritual.

 

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2017. Todos os direitos reservados

AGUARDE