/noticia/213/vencendo-a-guerra-espiritual

Notícias

Vencendo a guerra espiritual

Pr. Silas Malafaia ministra uma mensagem sobre como vencer a guerra espiritual

15/07/2019 Vencendo a guerra espiritual

A Bíblia compara a guerra espiritual com a guerra entre nações, destacando aquilo que é comum entre os povos e transportando para a batalha que ocorre numa esfera superior, equiparando a armadura do soldado romano com a armadura que precisamos ter para enfrentar as forças malignas.

Qualquer país, qualquer exército que queira vencer uma guerra precisa de três coisas essenciais, que valem também para o mundo espiritual: O front ou ataque, a retaguarda ou defesa e proteção, e a linha de suprimento ou sustentação. Se o exército não estiver preparado nesses três quesitos, com certeza será derrotado.

Em se tratando de guerra espiritual, observamos que muitas pessoas não têm nem ataque, nem proteção, nem suprimento, por isso são sempre derrotadas.

Outras só têm o ataque, a linha de frente, deixando a retaguarda vulnerável, a defesa aberta. Não têm suprimento. Gritam e pulam, mas, quando o diabo chega, vence-as, porque elas não têm armas, nem força, nem poder para guerrear.

Outras têm ataque, têm até proteção, mas não têm suprimento. Conseguem atacar o reino do inimigo, estão protegidas, mas não têm suprimento, e, com o passar do tempo, ficam enfraquecidas. O diabo espera por esse momento para atacá-las.

Outros indivíduos possuem proteção e suprimento. Não perdem. O diabo não os vence, mas fica numa posição privilegiada. Ele permanece atacando, e as pessoas, defendendo-se. Não morrem, nem são derrubadas, porque têm suprimento, estão sendo alimentadas, têm proteção, porém nunca experimentam as vitórias porque apenas defendem-se. Satanás é quem parte para o ataque.

Contudo, existem muitas pessoas que estão preparadas para o ataque do mundo espiritual, estão protegidas. Têm retaguarda, defesa e linha de suprimento.

Nessa guerra, nessa batalha que eu e você travamos, Satanás lidera inúmeros demônios. Eles estão ao nosso derredor, tentando achar uma brecha para nos atingir.

Para vencer essa guerra, precisamos estar atentos e vigilantes e conhecer as armas que devemos usar, além de alguns princípios a serem observados.

Não se conforme com pequenas derrotas, pequenos prejuízos, pequenas doenças. Pode haver uma operação maligna por trás de tudo. O diabo sabe trabalhar e vai chegando aos poucos. Ele, em momento algum, pode levar vantagens sobre nós.

Sempre que você se sente fraco espiritualmente, é sinal de que o inimigo está vencendo. Por isso, em nome de Jesus, decrete guerra a ele. Não tenha medo! A autoridade de Cristo está em você.

Querendo ou não, acreditando ou não, estamos no meio de um conflito, de uma batalha entre as forças do mal e as do bem, e não temos outra opção a não ser aprender a combater.

Existem armas espirituais, ligadas a alguns princípios, que o combatente precisa observar, tais como: encher- se do Espírito Santo; estar firmado na verdade e na justiça; ser submisso à vontade de Deus; usar o poder do evangelho; ter fé; proteger-se com o capacete da salvação e a espada do Espírito; ler, meditar e colocar em prática a Palavra de Deus; orar.

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2017. Todos os direitos reservados

AGUARDE