/noticia/220/restauracao-espiritual

Notícias

Restauração espiritual

Pr. Silas Malafaia ministra uma mensagem sobre como ter a sua vida espiritual restaurada

05/08/2019 Restauração espiritual

Gosto de ilustrar as minhas mensagens usando o exemplo de personagens bíblicos por acreditar que a experiência vivenciada por eles são fonte de ensino para nós. Neemias é um desses exemplos. Reconhecido pelo seu temor a Deus, por sua compaixão e perseverança, ele foi um poderoso instrumento do Senhor para reconstruir Jerusalém e restaurar a vida dos remanescentes judeus no pós-exílio babilônico.

Os princípios que Neemias considerou para restaurar os muros de Jerusalém são essenciais para a recuperação do que Deus tem para nós, como uma vida espiritual renovada e ativa. Porém, quero destacar um que é fundamental e que todos nós precisamos praticar em momentos de dificuldade ou não: a oração. A oração deste homem foi crucial para que a restauração acontecesse (Neemias 1.5-11). Em seu clamor, ele adorou Deus, confessou pecados, enalteceu a fidelidade divina, foi objetivo em seu pedido e buscou ânimo no Senhor.

Neemias não foi à presença de Deus reclamando, murmurando e lamentando-se. Ele reconheceu a Sua grandeza, soberania, benignidade e fidelidade (Neemias 1.5). A adoração é uma declaração de que nós conhecemos os atributos de Deus.

A confissão de pecados (vs 6 e 7) também é fundamental nesse processo. Não podemos permanecer na superficialidade, orando ao Senhor de maneira evasiva. Quando abrimos o nosso coração, sem reservas, demonstramos que estamos conscientes de nossas faltas, carências de perdão, purificação e restauração.

Em sua oração, Neemias também enalteceu a fidelidade divina (Neemias 1.8-10). Ele orou usando a Palavra como fundamento para o que pediu, dizendo: Lembra-te, pois, da palavra que ordenaste... Ele citou a Palavra porque sabia que o Altíssimo vela em cumpri-la (Jeremias 1.12). Devemos orar com base no que foi dito por Deus, porque Ele honra a Sua Palavra. Isso nos dá tranquilidade para lidar com o que nos aflige, leva-nos a níveis mais elevados de fé e à vitória.

Outro passo importante em nossa oração é a objetividade. Devemos ser diretos e claros quanto ao que desejamos de Deus. Neemias não fez rodeios. Ele foi direto ao ponto. Queria obter a graça diante do rei, e foi exatamente isso que rogou ao Senhor (Neemias 1.11).

Um elemento muito necessário para quem deseja ser mais que vencedor é o bom ânimo, o agente motivador do ser. Nosso estado de espírito determina nossa capacidade de lutar e vencer, daí Deus ter exortado Josué (1.6): Esforça-te e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.

Neemias foi bem-sucedido em seu projeto de reconstruir Jerusalém, porque fez a sua parte na missão, e Deus fez a dele. Você está fazendo a parte que lhe cabe para obter a restauração que está pedindo a Deus? Tem orado e obedecido a Ele e à Sua Palavra? Se você tem feito isso terá êxito. Busque sempre agir em sintonia e sinergia com o Senhor e verá a Sua mão poderosa se manifestar em seu favor.

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2017. Todos os direitos reservados

AGUARDE