/noticia/260/mudando-para-viver-um-tempo-melhor

Notícias

Mudando para viver um tempo melhor

Para vivermos algo novo e melhor, é necessário que aconteçam mudanças em nossa vida. Mas, para que isso possa acontecer, é fundamental que exista uma predisposição para mudar.

06/01/2020 Mudando para viver um tempo melhor

Por Silas Malafaia

 

Existem algumas atitudes que os cristãos podem tomar para viverem um tempo novo e uma vida melhor. O texto de Apocalipse 21.5 afirma: E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve, porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.

Há uma verdade que destacamos no trecho acima: Eis que faço novas todas as coisas. A renovação é o tema central desse versículo. Estamos falando de um novo tempo, de vitória, de bênção, de comunhão com Deus. Não é isso que todos nós queremos?

De fato, quando dizemos um novo tempo, estamos nos referindo a um período melhor, não a um qualquer. Por isso, podemos nos perguntar, apesar de saber que a resposta é conhecida, mas que vale a pena repetir: desejamos viver um tempo melhor na nossa vida, um tempo melhor com Deus? Se essa for a nossa vontade, devemos dar glórias a Ele!

Para vivermos algo novo e melhor, é necessário que aconteçam mudanças em nossa vida. Mas, para que isso possa acontecer, é fundamental que exista uma predisposição para mudar.

A questão é como saber que chegou a hora de fazer as mudanças necessárias para vivermos um novo ciclo. Sabemos que, sem mudanças, jamais poderemos ingressar em um novo tempo. Por isso, é preciso sentir o momento em que nossa vida dá sinais de que é chegada a hora da renovação.

Existem quatro maneiras para respondermos a essas perguntas. As duas primeiras a serem abordadas são as menos usuais, enquanto as outras duas são comumente adotadas.

Através da revelação de Deus

Chamo sua atenção para o profeta Isaías. Ele era um adorador, e como tal dirigiu-se ao templo. Antigamente o lugar de adoração era o templo, e, por conseguinte, era comum as experiências com Deus acontecerem ali, sendo transformadoras.

Em Isaías 6.1, o profeta conta que a revelação que recebeu de Deus mostrou-lhe que era o momento de mudanças para viver um novo tempo: No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e o seu séquito enchia o templo. Além de ser testemunha da glória de Deus, ele também teve sua vida mudada e nunca mais foi o mesmo.  Sendo o inicio de uma nova história.

Assim como ocorreu com Isaías, o Senhor pode conceder-nos uma revelação. Havendo de nossa parte verdadeiro arrependimento e confissão de pecados, Ele nos perdoa. E assim é despertado em nós o desejo real de mudança para um novo tempo.

Através da ação sobrenatural de Deus

A segunda maneira de saber quando devemos fazer mudanças em nossa vida é presenciando a ação sobrenatural de Deus. O exemplo de Saulo de Tarso, que perseguia a nascente igreja cristã, mostra que o encontro com Cristo foi crucial para que ele sofresse uma mudança radical em sua vida.

Antes de converter-se ao cristianismo, Saulo foi um grande perseguidor de cristãos (1 Coríntios 15.9). Certo dia, quando exercia sua cruel missão de perseguir cristãos, uma luz resplandecente ofuscou os seus olhos, deixando-o cego e jogando-o ao chão, apavorado. Leia Atos 9.1-9.

Depois de passar pela ação sobrenatural da presença do Senhor questionando-o por perseguir cristãos, ele foi levado à cidade para obter as informações de que necessitava. Então o Senhor incumbiu o discípulo Ananias de atender e orientar Saulo.

Grande parte da espinha dorsal da teologia da igreja cristã vem de Paulo, depois que foi renovado por meio da ação sobrenatural de Deus. Paulo modificou aspectos de sua vida e descobriu um novo tempo.

Através da inteligência espiritual

De acordo com o que Paulo afirmou, em 1Coríntios 2.14-16, a inteligência espiritual é uma habilidade sobrenatural, dada por Deus a todo aquele que foi regenerado espiritualmente e se encontra em Cristo, e é capaz de entender e discernir as coisas espirituais.

Paulo está afirmando que o homem que possui inteligência espiritual vive de acordo com a Palavra de Deus e com os princípios e valores nela ensinados e ministrados pelo Espírito Santo, que habita nos salvos, ensinando-lhes todas as coisas e lembrando de tudo quanto o Filho de Deus disse (João 14.26).

Como temos o Espírito Santo, ao usarmos a inteligência espiritual, poderemos facilmente separar o certo do errado, vendo claramente o que precisa ser descartado e onde devemos promover mudanças para vivermos um novo e melhor tempo.

Através da inteligência natural

O filósofo René Descartes é autor do famoso pensamento “penso, logo existo”. Para ele, somos seres dotados de inteligência humana (ou natural). Assim, somente o ser humano possui domínio sobre sua própria existência.

Um gato, por exemplo, não sabe o que é ser um gato. Um pitbull não sabe que é um pitbull; ele nem faz ideia do seu poder de intimidação. O mesmo acontece com um leão. Ele ruge, mas não é para dizer que é o rei da selva; ele age meramente por instinto.

A inteligência natural (ou humana) envolve a habilidade de pensar, compreender, comunicar-se, julgar, planejar, decidir com base na emoção e resolver problemas de forma abstrata. Permitindo que o homem saiba quem ele é e que conheça o seu potencial. Sendo capaz de pesquisar informações no seu passado, analisá-las e fazer projeções para o futuro com base nelas.

A inteligência natural com que Deus dotou todos nós permite percebermos quais áreas de nossa vida precisam de mudanças, de modo que o projeto de viver um tempo melhor possa se realizar.

Este texto é baseado em meu livro Um novo tempo para você.

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2017. Todos os direitos reservados

AGUARDE