/noticia/297/maio-laranja--mes-de-combate-ao-abuso-infantil

Notícias

Maio Laranja: Mês de combate ao abuso infantil

É tempo de reforçar a luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes

18/05/2020 Maio Laranja: Mês de combate ao abuso infantil

Uma luta muito importante ganhou um dia para nos lembrar de agir em prol dela: O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que é celebrada no dia 18 de maio. Essa data surgiu em maio de 2000, a partir da Lei 9.970, em referência a um crime hediondo que chocou o Brasil, conhecido como “O caso Araceli”. A menina Araceli, 8 anos, teve todos os seus direitos humanos violados, e os assassinos nunca foram punidos.

A grande maioria dos casos de abuso e violência sexual contra crianças acontece quando o agressor é uma pessoa próxima. Podem ser pais, tios, primos, avôs, vizinhos, professores e outros que frequentam a casa da vítima. A criança, provavelmente, não irá denunciar sozinha se não for ensinada sobre isso. Por isso, é importante estar tento aos sinais para agir, principalmente, de maneira preventiva.

Como prevenir?
Converse com a criança sobre as partes íntimas do corpo, assim elas poderão relatar quando algo fora do comum acontecer. Ensine que ninguém deve tocá-las, que carinhos em segredo não devem acontecer e que ninguém deve forçar afeto sem sua vontade. Saiba sempre com quem e onde ela está, preferindo sempre deixá-la em grupo.

Como identificar?
Converse sempre com a criança e a deixe segura para te contar qualquer coisa, mostrando que não será punida ou criticada. Analise suas reações e, caso ela não demonstre afeto por alguém próximo, tente entender o motivo. Verifique se houve alterações no comportamento dela, pois pode apresentar irritação, ansiedade, dores de cabeça, introspecção ou depressão, problemas escolares, pesadelos constantes, entre outros. Se a criança passar a falar abertamente sobre sexo, fique em alerta.

Como combater?
Se verificar que há algo errado, denuncie aos Direitos Humanos por meio do Disque 100. Você também pode ajudar outras pessoas que estão lutando contra esse mal. Parte das doações que a Avec recebe são destinadas ao projeto Menina Abusada, da Missão Restaurando Vidas, que desenvolve um trabalho de apoio e capacitação para transformar a vida de quem passou por isso.

Faça parte dessa causa. Clique aqui para doar ou se tornar um parceiro ministerial.

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2020. Todos os direitos reservados

AGUARDE