/noticia/386/elizete-malafaia-responde---parte-1

Notícias

Elizete Malafaia Responde - Parte 1

Em comemoração ao Dia da Mulher, a pastora fala sobre questões do cotidiano feminino

18/03/2021 Elizete Malafaia Responde - Parte 1

Este é o mês em que se comemora o dia delas: o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março. Elas, conhecidas como o “sexo frágil”, apresentam muita força em diversas questões da vida. Elas são mães, esposas, filhas, amigas, profissionais, donas de casa, líderes, mas muitas vezes não são tratadas como merecem ou não sabem como reagir diante de aflições. Diante disso, Elizete Malafaia, que é pastora e psicóloga, respondeu dúvidas sobre relacionamentos, ministério e maternidade, entre outros. Até a edição de maio, mês das mães, vamos compartilhar as respostas. Confira abaixo.

 

- Me casei antes de me converter, mas meu marido ainda não é cristão. Como devo agir?

Melhor do que antes de ser cristã porque, agora, você tem a presença do Deus Espírito Santo direcionando todas as áreas da sua vida. Ele a capacita a ser uma mulher sábia, submissa, prudente e equilibrada espiritualmente e emocionalmente. A Bíblia nos ensina que a mulher sábia edifica a sua casa e ganha o marido sem palavras. Isso significa que as nossas atitudes e exemplos falarão mais alto do que nossas palavras.

Ame seu marido, priorize-o, não queira muda-lo à força, ore constantemente por ele e deixe que o Espírito Santo faça a obra, pois é Ele quem convence o ser humano do pecado da justiça e do juízo. Seja uma boca profética dentro do seu lar e trate o seu marido como se ele já fosse um cristão. Faça isso pela fé e, na hora certa, você verá um milagre. Tome posse desta promessa: Creia no Senhor Jesus e você será salvo — você e as pessoas da sua casa (Atos 16.31).

 

- Qual deve ser a minha prioridade: meu trabalho ou cuidar do lar?

Se você é casada sua primeira prioridade é o seu lar. Depois, seu trabalho e sua igreja. Mesmo trabalhando fora é possível conciliar essas tarefas com planejamento e organização, pois na vida tudo precisa de ordem.

Conheço mulheres que trabalham fora e conseguem dar conta das suas atribuições profissionais e das atividades de casa. Outras que não trabalham fora, mas que não priorizam sua casa como deveriam, e também algumas que começam a trabalhar fora e esquecem os cuidados com o seu lar.

O grande perigo é quando a carreira profissional se torna a sua única prioridade e, muitas vezes, na ânsia por uma promoção e sucesso rápidos, a pessoa se torna altamente egoísta pensando somente em si e esquecendo que tem uma família.

Casamento é parceria. Tudo deve ser realizado em comum acordo entre o casal. Nenhum sucesso do mundo compensa o fracasso do nosso lar. Deus vai cobrar de nós, mulheres, as funções e os papeis que designou para nós: mulher, esposa, mãe, filha, profissional e serva de Deus.

 

- Sofria violência física do meu marido e me divorciei. Posso me casar de novo?

A Bíblia dá respaldo bíblico para o divórcio em caso de violência, repúdio - quando o homem não cumpre com sua função como marido - e adultério.

Aconselho-a a buscar aconselhamento pastoral ou terapêutico, antes de se casar novamente, para não reincidir no mesmo caso, pois, muitas vezes, repetimos um erro que vivenciamos dentro da nossa própria família.

Priorize sua vida espiritual, emocional e física. Não se apresse a preencher este vazio sentimental com qualquer pessoa, pois somente Jesus Cristo tem o poder de suprir todas as nossas necessidades emocionais e espirituais.

Lembre-se da mulher samaritana. Cinco maridos não foram suficientes. Somente Jesus pode saciar o vazio da sua alma.

Se você estiver saudável em todas as áreas da sua vida, terá condições de discernir a hora, o momento e a pessoa certa para iniciar um novo relacionamento.

E o meu Deus, de acordo com as gloriosas riquezas que ele tem para oferecer por meio de Cristo Jesus, lhes dará tudo o que vocês precisam (Filipenses 4.19).

 

- Fui abusada na infância e não sei como fazer para não carregar essas marcas.

A primeira coisa a fazer é se conscientizar de que você é uma pessoa muito amada por Deus e de que está nesta terra para cumprir um propósito específico para o qual Ele a designou e conta com você para realizá-lo.

Independentemente do que tenha acontecido na sua trajetória devida, se você é cristã, creia que nada foge ao controle de Deus. A Bíblia nos diz que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito (Romanos 8.28). Isso não significa somente as coisas boas; as ruins também, pois o versículo diz que são “todas”.

Tenho certeza de que ao liberar perdão para o seu abusador, permitindo que o Espírito Santo cicatrize esta ferida, as marcas que você carrega não serão mais para paralisar você no propósito que Deus tem para sua vida. Essas marcas serão o sinal do amor de Deus por você e do poder que Ele tem para cumprir o decreto que estabeleceu para sua vida. Decreto este que Satanás tenta impedir acreditando que as marcas deste abuso iriam paralisá-la.

Mas, Deus transforma caos em bênção! Essas marcas darão testemunho de restauração da sua vida e mostrarão o amor, perdão, a graça, bondade e misericórdia de Deus pelo ser humano.

Independentemente do que aconteça em nossa trajetória de vida, a partir do momento que confessamos Jesus Cristo como Senhor e Salvador somos transformadas de forma radical. Passamos a ter um novo pensar, agir, falar e um novo comportamento.

Se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas (2 Coríntios 5.17).

 

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2021. Todos os direitos reservados

AGUARDE