/noticia/397/4-fatores-para-vencer-uma-guerra-espiritual

Notícias

4 fatores para vencer uma guerra espiritual

Você tem passado por guerras espirituais? Leia esta palavra do Pr. Silas Malafaia sobre fatores essenciais para sair vitorioso.

19/04/2021 4 fatores para vencer uma guerra espiritual

Você tem passado por guerras espirituais? Então, é preciso saber se posicionar e não abrir mão de fatores essenciais para sair vitorioso. Na vida cristã, precisamos lembrar que batalhas espirituais se vencem com armas espirituais. Qualquer outro esforço será inútil e te deixará exausto.

Existem quatro fatores vitais para se vencer uma guerra. Qualquer país, qualquer exército que queira vencer uma guerra precisa de três coisas essenciais, que valem também para o mundo espiritual: O front ou ataque, a retaguarda ou defesa e proteção, e a linha de suprimento ou sustentação. Se o exército não estiver preparado nesses três quesitos, com certeza será derrotado. O quarto fator essencial: os elementos que você usa nessas funções vitais.

A mesma coisa é o mundo espiritual. É preciso ter esses quatro fatores, pois quem não tem é facilmente derrotado. Não adianta também só ter ataque e deixar a retaguarda vulnerável, fazendo com que a ruína chegue logo após o avanço. Há quem tenha ataque e defesa, mas não tem suprimento: elas vão à frente, mas com o passar o tempo ficam enfraquecidas, e nesse momento o diabo irá atacá-las. Quem tem defesa e suprimento não é derrubado, mas não experimenta vitória porque não ataca.

E quais elementos podem te ajudar nessas três áreas? A oração – devemos orar em todo tempo! (Efésios 6.18) – e a Palavra de Deus, que é espada (Efésios 6.17). Espada serve para atacar, defender, e a Palavra também é o que nos supre (Salmo 119.116).

Agora você entende por que o diabo quer tirar a Palavra e a oração da sua vida, da sua casa e da Igreja? Elas são essenciais para te capacitarem a vencê-lo. Não tente substituir esses princípios por outras armas. É disso que você precisa!

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2021. Todos os direitos reservados

AGUARDE