/noticia/586/elizete-malafaia--orgulho-x-sabedoria

Notícias

Elizete Malafaia: Orgulho X Sabedoria

Você já avaliou se é uma pessoa realmente sábia? Será que o orgulho tem dominado suas atitudes? É sobre isso que a pastora Elizete Malafaia falou no artigo da Revista Fiel de fevereiro

13/02/2023 Elizete Malafaia: Orgulho X Sabedoria

“O orgulho só traz brigas; é mais sábio pedir conselhos. Quem anda com os sábios será sábio, mas quem anda com os tolos acabará mal”. Provérbios 13.10,20

É primordial para o nosso crescimento avaliar como estamos nos comportando. Mais do que discursos, precisamos analisar se o que falamos está alinhado com a maneira como agimos e lidamos com pessoas e situações no dia a dia. Por isso, durante minha meditação no livro de Provérbios, comecei a pensar sobre o orgulhoso e o sábio.

O orgulhoso se acha autossuficiente, o “sabe-tudo”, imune a tudo e a todos, não ouve ninguém. No fundo, essa pessoa tem um tremendo complexo de inferioridade que a impede de pedir e ouvir conselhos de pessoas experientes.

Enquanto isso, o sábio é humilde, tem prazer em estar ao lado de pessoas melhores e mais experientes. Está sempre pronto para ouvir, aprender, ser corrigido e servir, pois é um eterno aprendiz. A sinceridade, honestidade, perseverança, humildade, bondade e o prazer em servir são atitudes do seu caráter.

A pessoa sábia aprendeu a lidar com suas emoções, vive sua realidade e não de aparências. Ela se dá o direito de sentir tristeza, falar o que sente, mas sem ficar o tempo inteiro se lamentando por suas feridas. Tem o bálsamo do Espírito Santo que renova sua mente com a alegria do Senhor por meio de Sua preciosa Palavra, que traz força física, emocional e espiritual.

Quando identificamos pontos fortes e fracos em nós, fica mais fácil entender no que devemos melhorar, não é mesmo? Minha oração é para que o orgulho seja derrotado na nossa vida. Ele nos impede de ser como Jesus, de avançar com o nosso propósito e de crescer em graça e conhecimento.

Esse versículo também é um alerta: com quem temos caminhado? Que tipo de conversa faz parte dos relacionamentos que mantemos? Em 1 Coríntios 15.33, o apóstolo Paulo deixa bem claro: “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes”.

Que sejamos sábios em nossas conversas, amizades, escolhas, palavras e atitudes; que nossa maneira de viver leve luz aos perdidos e que o orgulho não encontre lugar em nosso coração.

por ELIZETE MALAFAIA

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2024. Todos os direitos reservados

AGUARDE