Enfrentando a violência - AVEC /noticia/68/enfrentando_a_violncia

Notícias

Enfrentando a violência

Comunidade S8, projeto apoiado pela Avec, previne a incidência da violência e o uso de drogas através de programas socioeducativos

28/02/2018 Enfrentando a violência

Localizado em São Gonçalo, um dos municípios mais perigosos do Rio de Janeiro, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o projeto social Comunidade S8 utiliza o esporte e a educação como uma poderosa ferramenta contra a marginalização. Há oito anos, a Associação Vitória em Cristo contribui para essa instituição que transforma a vida de crianças e adolescentes e aproxima famílias através de trabalhos socioeducativos.
 
São três programas disponibilizados pela organização, cada um com uma função específica. O Aprender Melhor promove atividades complementares, com o intuito de retirar as crianças e adolescentes do ócio e das ruas da região. Aulas de informática, Jiu-Jitsu e Futsal são oferecidas diariamente. Carla Verônica, diretora da Comunidade S8, reafirma a importância do Aprender Melhor: “Esse projeto se iniciou com voluntários que frequentavam o nosso espaço e viam a possibilidade de desenvolver com as crianças diversas atividades. A nossa principal intenção com esse projeto é tirar as crianças da rua e oferecer melhores condições para elas”, declarou.

Já a Escola S8 cuida da educação de crianças na faixa de 3 a 13 anos. Durante a visita da equipe da Associação Vitória em Cristo no projeto, em uma das salas de aula, Carla Verônica exibiu um cartaz com os dizeres: “Soberania, mordomia, governo, caráter, pacto, individualidade, semear e colher”. A diretora explica que esses são princípios bíblicos que as professoras do projeto fazem questão em deixar nas salas de aulas, já que o ensino da Palavra e dos bons costumes são valores que nasceram junto com a Escola S8. 

Outro programa disponível, o S8 em família, oferece, semanalmente, instruções sobre formas de melhorar o relacionamento familiar. Ao mencionar o projeto, Carla Verônica sorri e fala firmemente sobre a importância da família para a instituição: “Nós gostamos que os pais estejam presentes na educação da criança. Após o fim dos turnos na Escola S8, os pais são incentivados a entrar na sala de aula para buscar os seus filhos, para que eles possam ver o ambiente em que a criança está inserida. Queremos que os pais sejam realmente participativos durante todo o processo de aprendizagem”. 

Superando desafios 

A diretora também relembra momentos difíceis enfrentados pela Comunidade S8 desde a sua criação. O antigo alojamento para dependentes químicos, onde eles recebiam tratamento contra o vício, deixou de existir. Um dos pátios vazios da Comunidade S8 era destinado para trabalhos de costura e customização de roupas, realizados pelas pessoas em fase de tratamento. Por falta de verbas após o abandono de patrocinadores, o espaço e o centro de acolhimento deixaram de funcionar. O balé também deixou de ser uma das atividades oferecidas pelo projeto Aprender Melhor, pela falta de professores. “Há alguns anos, nós disponibilizávamos ensino público, hoje, infelizmente, nós cobramos uma taxa simbólica para os pais dos alunos”, conta Carla Verônica.

Dentro desse cenário de dificuldades, a Avec foi um dos parceiros que se manteve firme com o projeto. Carla Verônica expressa sua gratidão à equipe da associação: “Atualmente, a gente só se mantém por causa dessa parceria. Sem a ajuda financeira da Associação Vitória em Cristo, nós não conseguiríamos continuar o projeto. Então, é um principal suporte nosso, que trouxe uma vivacidade e uma nova expectativa para todos nós. Sem essa ajuda, nós, definitivamente, estaríamos sem possibilidade de caminhar”. 
 

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2017. Todos os direitos reservados