/noticia/716/os-desafios-nos-resgates-de-dependentes-quimicos

Notícias

Os desafios nos resgates de dependentes químicos

Como os projetos sociais lidam com dependentes químicos

26/06/2024 Os desafios nos resgates de dependentes químicos

O uso de entorpecentes e bebida alcoólica afeta não somente o usuário como também sua família, amigos e até o bairro onde mora. Para combater esse mal, a Associação Vitória em Cristo uniu forças a projetos sociais idôneos que já efetuavam um trabalho de excelência contra o vício. A CTFP (Comunidade Terapêutica Filhos da Promessa), liderada pelo pastor Iaraçu Teixeira, é uma dessas instituições.

Para o Pr. Iaraçu, quando o dependente químico decide se internar, os primeiros 3 meses são cruciais! “É a parte em que o organismo pede a droga lícita/ilícita; aí vem a fissura e a abstinência. Estancar essa compulsão pelo uso da droga é a parte mais difícil”, conta o pastor que já esteve entre os que lutam contra o vício. A experiência não o isentou de grandes desafios para resgatar vidas.

“A primeira vez que eu tive a experiência de resgatar uma pessoa em vulnerabilidade social foi desafiador pra mim. Tive a necessidade de uma abordagem terapêutica por 2 horas, conversando e tentando convencer o indivíduo que estava em situação de rua e sob efeito da droga. Foi um fator de grande desafio para mim, como profissional, poder ajudá-lo e chegar a convencê-lo, fazer com que ele entendesse que era a melhor atitude para ele tomar. Graças a Deus, depois de 2 horas e meia de conscientização, conseguimos resgatá-lo, para honra e glória do nome do Senhor, confidenciou o Pr. Iaraçu.

Já para a pastora Wilma Alves, da Casa Renascer, que acolhe mulheres com dependência química, a parte mais difícil é deixar a família. “Lá fora nós — e aí eu me coloco no lugar de dependente químico porque eu já fui uma, mas Jesus me libertou — não pensamos na família, em ninguém; mas, quando chega ao lugar de internação, começa a se questionar: com quem meus filhos vão ficar? Como vai ficar meu marido? Será que ele vai me trair? Quem não tem família, geralmente pensa: onde eu estou entrando? Como vão me tratar?”, destaca a pastora.

Dois grandes vilões que interferem no sucesso da internação na casa de recuperação são o cigarro e o celular. Pra. Wilma conta que esses são seus verdadeiros inimigos na hora do acolhimento porque a pessoa demonstra convicção de que quer parar com tudo, menos com o cigarro, e reluta muito a abrir mão do telefone.

Tensão na busca por vidas
Ao longo dos anos, a equipe da Associação Vitória em Cristo já ouviu diversas histórias dos representantes das casas de recuperação sobre resgates de pessoas aprisionadas pelo vício. Situações de risco que exigiram muito preparo da parte deles! Pr. Iaraçu compartilhou com a Avec um desses casos.

“O resgate mais difícil para mim foi numa situação em que o indivíduo estava sob jura de morte, então havia a necessidade de convencer outras pessoas para que o jovem fosse liberado para se tratar. Tivemos que conscientizar essas pessoas de que o jovem era portador de uma doença e precisava do tratamento. Foi o resgate mais tenso e trabalhoso devido ao ambiente e às pessoas com quem eu estava naquele diálogo”. Pr. Iaraçu conta que foi o mais cortês e transparente possível durante a negociação.

Para a Pra. Wilma, o resgate que mais marcou seu ministério foi da Érica Pedrosa, que já havia passado pela Casa Renascer antes, por isso, conhecia a pastora. Confira o relato: “Eu costumava sair de Seropédica e ir para Marechal Hermes uma vez por semana. Na época, tinha acabado de tirar minha carteira de habilitação e estava dirigindo um pouco, mas nunca para longe. No dia que eu resolvi ir para a reunião com o carro do meu marido, Érica me ligou e pediu para resgatá-la na rua. Bati o carro na ida ao encontro da Érica, mas a encontrei na Av. Brasil, completamente suja! O carro ficou com cheiro insuportável por muitos dias! O resgate foi feito, ela veio para a Casa Renascer e está comigo até hoje, é meu grude! Assim como ela foi resgatada, agora ela resgata outras pessoas. Foi tenso para mim por causa da batida, da minha primeira vez dirigindo sozinha para um lugar distante, porque eu não sabia o que fazer com ela que estava tão debilitada e suja... Graças a Deus valeu a pena. Sempre vale a pena ajudar uma alma”.

Ações que marcam vidas
Cada projeto social tem a sua marca na vida dos atendidos e de suas famílias. Pessoas que não viam esperança e a enxergar a possibilidade de um futuro melhor. Para o pastor Iaraçu, a marca da Comunidade Terapêutica Filhos da Promessa é o trabalho humanizado que respeita a individualidade de cada interno. “Nós buscamos trabalhar de forma incansável com amor, carinho, dedicação para que todos consigam obter êxito no processo de recuperação e voltar à sociedade e ao seu familiar como meio produtivo”, conclui.

Na Casa Renascer, a pastora Wilma considera como marca do projeto a quebra necessária de alguns protocolos, afinal, nem todas as mulheres com dependência química chegam à Casa com documento, um responsável e com possibilidade de contribuir com a instituição. Independente disso, a dependente é recebida com todo carinho!

“Nesse momento, a pessoa precisa de um abraço e um colo. Quando acontece de vir alguém aqui para se internar é porque já não existe lugar para ela lá fora. Geralmente essa pessoa já perdeu tudo: confiança da família, dos amigos; perderam casa, carro, estudos... E já não resta nada. Ela precisa ganhar, e a primeira coisa que ela precisa ganhar ao chegar aqui é a confiança, o amor e o carinho de todos. É isso que nós fazemos”, conta a pastora.


A Avec contribui com esses projetos porque a finalidade sempre é resgatar pessoas, transformar o rumo de histórias que, antes fadadas ao fracasso, finalmente podem ter um novo começo. Nesses 42 de ministério, contamos com parceiros ministeriais para continuar fazendo a diferença na vida de quem realmente precisa. Faça parte e seja um abençoador de vidas também! Clique aqui e cadastre-se como um Parceiro Ministerial
 

Copyright © Associação Vitória em Cristo 1982 - 2024. Todos os direitos reservados

AGUARDE